quarta-feira, 29 de abril de 2009

Plano Nacional de Livros e Leitura



O governo federal lançou um programa de fomento à leitura, o PNLL.
Resumindo tudo, cada um pode inventar uma maneira de contribuir, a minha contribuição imediata é sugerir aos meus leitores que primeiro respondam às perguntas:
Você lembra qual foi o último livro que leu? Gostou? Você indicaria esse livro à um amigo?
Você lembra qual foi o primeiro livro que você leu sozinho?
Qual foi o livro que marcou sua adolescência?
Qual é o seu livro preferido?
Então para dar o exemplo, vou começar:
O último livro que li foi "O Africano", adorei, principalmente pelo tom intimista, emocional, a descoberta de um pai ausente, achei forte. Eu indico esse livro para todo mundo, todo mundo tem uma relação com o próprio pai que merece ser visitada.
O primeiro livro que li sozinha mesmo, sem ser para a escola, sem que ninguém mandasse, foi Pollyanna, amei, hoje as meninas não curtem muito a história, por isso, para as crianças que estão começando a ter um pouco de fôlego de leitura, minha sugestão é "A Vaca Voadora", da Edi Lima, imperdível, comédia pura!
Adolescência? Ah! Eu li muito, Sidarta, Hermman Hesse? Li sim, mas não é esse não, devo confessar que eu gostava muito mesmo do Richard Bach, Fernão Capelo Gaivota, Longe, um Lugar que não existe, mas livro de cabeceira mesmo foi Ilusões.
Livro preferido? Ainda não evolui o suficiente para escolher entre esses :
Ensaio sobre a Cegueira (Saramago)
Madame Bovary (Fleubert)
Canção da Relva (Lessing)
Grande Sertão Veredas (Guimarães Rosa)
Desonra (Coetzze)
E, claro, que sempre há o próximo livro para entrar na lista!
Ah! Meu plano pessoal de livros e leitura é indicar um livro por dia, me proponho a falar de um livro por dia, para um amigo, um familiar, um desconhecido, mas fazer com que alguém queira ler um livro!
Você lembra de algum livro para me contar?
Cada louco com sua mania.

5 comentários:

LuMa disse...

Bom, a minha lista não é nenhuma biblioteca, mas realmente muito modesta. Mas vamos lá:

Último livro: "Contos", de Anton Chekov. Na fila já tem Falkner, mas tbém um livro sobre Constantinopla.

Da infância à adolescência: lí muito em japonês, que meu pai me comprava numa importadora da Liberdade. Jack London, Andersen, Vitor Hugo, etc, mas eram resumos, idealizados para a idade.

Na adolescência, estamos alí, em sintonia. Acrescente aí até Carlos Castaneda(!!!!)

Falar do melhor livro é impossível. Um bom livro lido num momento errado tbém perde a razão da leitura. Apenas para me lembrar de bons tempos, cito o "Pé na Estrada", de Jack Kerouac, lançado no início dos anos 80, que virou uma bíblia dos anos sucessivos.

asnalfa disse...

Eu aconselho vc a ler "Complexo de Portnoy" do escritor Philip Roth.!!! otimo escritor! vc vai amar!!

Ice Ice Baby disse...

eu tava lendo um do paul Auster e outro do George Orwell...mas não terminei nehum dos dois./..

Paola disse...

Luma,
Vc tb é rata de biblioteca!
Asnalfa,
Vou procurar esse livro, hoje mesmo!
Ice!
Ainda não li Paul Auster, mas têm um livro dele me namorando faz tempo, e Geoge Orewell, é leitura um tanto depressiva, né?
Beijos!

Patricia Daltro disse...

Nossa, o primeiro livro que li, realmente não lembro, mas sei que era de Monteiro Lobato, isso por que ganhei a coleção muito nova e devorei todos assim que comecei a entender as letrinhas! rs
Na adolescência, como minha mãe trabalhava a tarde e eu não queria ficar em casa só, ganhei o direito de "morar" na biblioteca do colégio de freiras, onde estudei, e ali, tive acesso a todos os livros permitidos, já que alguns não podiam, e o melhor de tudo, algumas irmãs me passavam os "proibidos" escondidos rs, foi assim que li praticamente toda a obra de Jorge Amado! kkkkkkkkk
O último livro que li, foi o maravilhoso "A Menina que Roubava Livros" - amei da primeira a última linha.
Favoritos, tenho muitos, nenhum especial, mas trago no coração: Gabriel Garcia Marquez, Ligia Fagundes, Clarice Lispector entre outros, paro aqui senão a lista fica enoooorme! bjs e adorei seu PNLL