sexta-feira, 14 de novembro de 2008

Queixa Virtual

Qualquer mãe está muito acostumada a ouvir as queixas dos filhos.
Reclama-se de tudo, é um esporte nacional, "reclamamento na orelha da mãe", aqui em casa a orelha da mãe, às vezes, ferve.
Conheci uma nova modalidade, o reclamaneto virtual!
O Moleque tem um blog, e escreve muito pouco, mas ontem postou uma reclamação.
Ele diz que não é reclamação, mas eu entendi assim, sim.
O teor do dito post é o interesse da mãe pelo próprio Blog!
Ele diz, em outras palavras que eu sou viciada no meu Blog, ah! pelamordedeus, né?
Sai chulé!

13 comentários:

Ana Barros disse...

Tá me cheirando a ciuminho (rs)
Bjos e bom fds

Kenia Mello disse...

Ah, a daqui de casa precisa ser contratada pela TV mexicana^adora um drama! Vai sair de casa, quer morrer, um troço. Eu posso com isso?? :)

Beijos.

Camomila disse...

hahah
é ciúme sim, podiscrer...
Danuza Leão tem uma crônica ótima - só não sei em que livro está - sobre a relação entre mães e filhos. Vou ver se acho o texto, e te mando. Por fim ela conclui que para os filhos, quanto menos "personalidade" a mãe tiver, melhor. É bem engraçada, e bem veredadeira também...

Camomila disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Camomila disse...

Ai, Paola, desculpa, ficou enorme, talvez seja melhor tirar...
acho que me empolguei.

Camomila disse...

vai só o link:
http://www.pensador.info/autor/Danuza_Leao/
Beijos

Paola disse...

Camomila,
Eu fui lá, é maravilhoso!
Eu acredito em tudo que ela escreveu!

Beijos

PAola

Marcelo Azevedo disse...

Nao mãe, nao foi uma reclamaçao!

e nao estou com ciumes!

So que imagina voce mexendo no computador e chega sua mae de 5 em 5 min falando, entra lá no voto de filha rapidinho!

Sai chulé!

Cristina Sampaio disse...

Não foi uma reclamação, Paola, foi uma inspiração, você inspirou seu filho a voltar a postar (rs). Que modo legal de "reclamar" (clamar outra vez à mãe que saia do vício de postar, que retorne ao vício da família, cuidando apenas dos filhos e do maridão, em vez de dar atenção aos leitores e querer a atenção destes? Quem sabe os significados ocultos dessa inspiração?), mas não deve ter sido ciúme, só um assunto pra escrever, uma motivação, às vezes faltam motivos; o garoto ficou meses sem um motivo considerável e a preocupação com a mãe é um motivo importante, capaz de fazê-lo escrever um post significativo, talvez ele tenha apenas pensado assim. E não fique triste quando não houver comentários, ou fique mas não alimente a tristeza, pra não deixar de ter satisfação em escrever e pra não ficar dependendo dos palpites dos leitores, pois às vezes a gente nem tem nada muito interessante pra palpitar, comenta só pra matar a saudade. Beijos

Paola disse...

Interssante!
E´verdade Cristina, ele voltou a postar, claro que todo filho tm muita dificuldade em perceber que a mãe é uma pessoa com vontade própria.
Tudo depende do ângulo de visão, eu já percebi que estar aqui e postar, responder aos comentários é uma atividade saudável, claro que incomoda, é mais uma para dividir o precioso computador!
Parece que mãe é uma entidade elevada ao trono da perfeição, o mais puro engano da civilização!
Mais uma coisa para lidar em família!

Beijos

PAola

marcleide disse...

Oi,mto bom tudo que li...ñ consigo parar...Tem assunto sobre tudo que faz parte da minha vida...Parabens pelo blog,estou me divertindo!!!!

Paola disse...

Marcleide
Bem-vinda
Como vc pode ver eu só escrevo coisas da vida! Rá!

Beijos
PAola

Anônimo disse...

KKKKKKKK este meu filho está saindo melhor do que a encomenda, o cara é muito inteligente, tira a mãe de letra
kkkkkkkkkkkkk

beijos meu amor :o)