segunda-feira, 21 de março de 2011

Dieta Coletiva - Balanço Geral

A balança e eu temos uma história, são tantas as lembranças e detalhes que poderia escrever muitas páginas sobre isso... como venho fazendo, já faz tempo, é só procurar!
Aos 14 anos, fui pela primeira vez ao consultório de um endocrinologista, alguém achou que eu deveria perder peso, o tal médico me deu um monte de vermífugos, passei muito mal, coisa horrorosa!
Tirando os exageros, acho que consegui fazer as pazes com a balança e durante bastante tempo lidei bem com as transformações do tempo, tive os filhos, engordei 30 quilos por gravidez, voltei ao meu peso inicial todas as vezes, permaneci bem.
Em algum momento alguma coisa aconteceu e eu engordei.
Era Novembro de 2010, de repente me dou conta que estou do "tamanho de um elefante".( esse era o mote e um personagem de desenho animado da década de 70). Susto total, resolvi tomar providências, fui a um centro especializado, tinha uma promoção imperdível, umas injeções miraculosas que prometiam mandar a gordura para longe. Junto com as aplicações comecei uma dieta.
Nem sei se as agulhadas tiveram resultado, afinal assim que o tratamento terminou ganhei uns quilinhos.
Me inscrevi num site de dieta, mais uma vez, só perdi dinheiro, não consegui usar os recursos prometidos, não fico tanto tempo conectada.
Adotei o café-da-manhã de 400 calorias, indicado por uma nutricionista de minha confiança.
O ano novo começou, resolvi levar a história a sério, assim que as aulas recomeçaram, eu voltei aos exercícios com força total, todos os dias pela manhã com o grupo do Pão de Açúcar, duas vezes por semana a aula de Ginástica Integrativa e o Judô.
Mantenho, também o costume de me pesar uma vez por semana, só as quintas, no final do dia, na mesma balança.
Passei a usar o leite mais desnatado, estou consumindo iogurte feito em casa e tudo mais.
Desde Novembro eliminei 4 quilos, durante a menstruação inchei, desinchei, meu intestino soltou, depois prendeu, nem se se estou contente ou frustrada, afinal, é muito esforço, mas me comprometi comigo mesmo, tenho uma calça, comprada em 2006 esperando para ser usada novamente, acho que é um compromisso razoável.

4 comentários:

Kenia Mello disse...

Estou reduzindo a comilança, uma vez que parei de correr tem 4 meses. Quando estive aí em janeiro, corri um pouco mais parei, as coisas começam a apertar por aqui -- literalmente. Vou aproveitar que o tempo está ficando bom pra recomeçar.
Beijos.

Cℓαυ∂iα Hєℓαiทє disse...

Ai nem me fala em história com a balança que me lembro da minha... melhor deixar pra lá.
O mais importante você está colocando em prática que é não desistir de você mesma.
Adorei o fato de ter uma calça te esperando, acho que vou fazer isso também...kkk
Tenha uma ótima semana. Beijos.

O meu pensamento viaja disse...

Olá! Essa é a história da minha vida! Passa por ter consciência e prioridades. Acho que é o segredo da dieta, o segredo da vida. Sei ,tenho consciência, que jamais recuperarei o corpo dos 20 anos, mas tento estar sempre atenta e ter prioridades, não entrando nunca na loucura da roda livre e do movimento uniformemente acelerado de ganhar quilos, até porque, para além da silhueta, está em causa a nossa saúde.
Beijos, companheira.
Nina

O meu pensamento viaja disse...

Paola,querida! Aqui estou de novo.
Não imagina como o tricot pode ser terapeutico e viciante. Não dispenso, mesmo que esteja dias sem lhe pegar.
Devia experimentar.
Beijos, linda,
Nina