sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Mais uma da Chatonilda


Chatonilda é o apelido carinhoso da Chata-de-Galogas, ultimamente ela anda muito exigente, e não é por menos, veja só, o episódio de hoje: Chatonilda e a reciclagem de lixo.
Chatonilda aderiu à reciclagem, já há vários anos, separa todo o lixo de casa, orgânico vai para o latão, papéis, vidros, metais, para sacolas plásticas próprias, quando existe, compra o refil dos produtos, tem uma coleção considerável de sacolas retornáveis, se é ecologicamente sustentável ela apoia, explica, incentiva.
Reclamou com o síndico até que ele resolvesse o caso dos cestos para reciclagem, fica acumulado pilhas e óleo em casa para levar à estação de coleta.
Chata é chata-profissional, quando professora estimulava os alunos a aproveitarem a folha de papel ao máximo, muitos alunos alisaram folhas amassadas e reaproveitaram os borrões deixados pelo desleixo, pesquisou com os filhos e descobriu muitos detalhes interessantes sobre o lixo, com tanta informação, Chata-de-Galochas é praticamente Mestre PhD em reciclagem de lixo.
Até já brigou com o responsável pela estação de coleta do super mercado, por achar que ele era muito radical, por essas e outras está ligadíssima com o destino dos detritos.
Ela já sabe que muito do que se propõe em matéria de separação é mesmo só "misâncene", então ela pergunta, indignada, claro, se a pessoa que vai recolher o conteúdo das latas de reciclagem, junta tudo num saco só e depois coloca tudo num só caminhão, com tudo misturado, para quê, afinal essa encheção de tanta separação? Por quê não fazem apenas dois latões? Um para o orgânico e outro para o reciclável? São perguntas simples assim, que ficam sempre sem resposta que deixam a Chata-de-Galochas, cada dia mais chata!
Ontem ela quase teve um troço, de luva, com um monte de apetrechos, um faxineiro recolhia os recicláveis, tudo indo para o mesmo saco, até que abriu a caixinha para as pilhas e mandou tudo para o mesmo saco! Como assim? Ela foi perguntar, o fulano, muito entendido respondeu:" Vai tudo para a reciclagem!"
Meu querido, não é tão simples assim, ou é? Ou seja, não adianta ficar separando, dobrando os tais recicláveis, se os incumbidos de destinarem tal resíduo não souberem que fazer. Aliás, perguntar não ofende: A gente fica juntando lixo até não poder mais, e cade os produtos feitos de matéria reciclada? Há incentivo?
Seria bom menos propaganda e mais ação!

3 comentários:

asnalfa disse...

Mas eu sabia!!! Tava na cara que essa era propaganda enganosa. O que eles fazem com as pilhas e baterias de celulares? Será que existe uma lei federal obrigando as empresas recolherem esse dejetos tecnologicos?

Paola disse...

Sabe, Asnalfa, que essa é uma daquelas boas perguntas?
Dizem que as empresas são borigadas a oferecer o serviço, mas daí elas cumprirem, né?

Ana Barros disse...

Avisa a chatonilda que, muitas vezes,o lixeiro passa misturando tudo, e o trabalho dela vai por água abaixo.
Saudades de me divertir aqui pelo seu blog, mas desde que tiraram o acesso lá do meu trabalho, só posso curtir de casa.
Bjos