segunda-feira, 8 de setembro de 2008

Mulheres que não cozinham


Nos dias de hoje, não cozinhar é uma coisa normal. Fomos salvas pelos congelados, pelos entregadores, e pelos maridos que gostam e aceitam dividir as tarefas da cozinha.
Nem sempre foi assim. Houve um tempo que uma mulher que não soubesse, ou não gostasse de cozinha, precisava lançar mão de certos artifícios.
Morar na casa da sogra, garantia de satisfação do marido, trazer a mãe para morar na sua casa, garantia de momentos de tensão, ou na melhor das hipóteses, arranjar uma cozinheira e amarrá-la ao pé do fogão. Possibilidades mil.
Gosto dessas histórias, normalmente as famílias acabam se ajeitando.
Uma conhecida, já avó, diz que não foi capaz de aprender o caminho da cozinha, por isso arrendou a parte da casa para uma dona da cozinha, com poderes totais.
A contratada era sempre muito festejada, por ela e por toda família.
Na possibilidade de alguma coisa não sair a contento da família, sempre dizia: " Mas é assim que eu gosto!"
Tudo para não chatear a cozinheira!
Acho que esse foi o segredo usado por tantas mulheres, que conseguiam ter ajudantes por 20, 30 anos.

3 comentários:

Milena disse...

Eu entendo as mulheres que não sabem fazer nada sofisticado e as que não gostam mesmo de cozinhar...
Mas não SABER cozinhar? Isso não existe vai? Existe é falta de interesse... Quer coisa mais fácil do que descascar, cortar e tacar na panela? Ou temperar e enfiar no forno?
As mulheres não querem cozinhar! E eu não vejo nada de errado com isso. Agora dizer que "não sabem" é mentira vai? Por isso ADORO mulher que fala "Não nasci pra cozihar, não tenho o menor interesse e a menor vontade!" PRONTO!

PS: Eu amo cozinhar pq amo comer e fui morar sozinha mto nova, ou seja: Foi necessidade!

Beijão!

Paola disse...

Eu também tenho dificuldade em entender isso, eu aprendi a cozinhar, assim sem traumas.
Acho engraçado isso existir!

Beijocas
PAola

Ana Barros disse...

Em matéria de cozinha, eu faltei nas aulas. Mas me viro bem com os congelados, com o telefone e com a ajuda do marido ;-)